A ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO CRIMINOLOGISTA

  • André Nunes de Carvalho Faculdade de Integração do Sertão – FIS
Palavras-chave: Criminologia, Enfermagem, Violência

Resumo

Em tese, este artigo integra parte da Dissertação de Mestrado em Psicologia Criminal. A enfermagem é chamada de arte de enfermagem, e sua essência é, atender a pessoa, seja individualmente, em grupo, na família ou mesmo com outras pessoas intervenções com contexto comunitárias e de investigação para garantir a promoção, protecção e prevenção Recuperação da saúde. A enfermagem como ciência depende do conhecimento científico, em constante evolução graças a novas pesquisas. um resultado a enfermaria foi criado para atender às necessidades e desejos de: comunidade Devido à violência recorrente em todo mundo, é essencial estar preparado Profissionais de saúde ministram educação preventiva e reconhecem os sinais da doença abuso A enfermagem forense é a intersecção das ciências da enfermagem na prática forense, o enfermeiro aplicará seus conhecimentos de ciência e tecnologia saiba quando entrar em contato com as autoridades para tratar uma vítima de violência. Seu papel dentro de uma equipe multidisciplinar é atuar como elo entre a equipe e doente. Este trabalho tem como objetivo descrever as características da enfermagem forense Suas características e funções, e é uma revisão abrangente da literatura e análise qualitativa. A base de dados consultada é a Revista Brasileira de enfermagem (Reben), Revista Científica de Enfermagem (Recien), Eletrônica Científica Biblioteca eletrônica (SCIELO) e Google Acadêmico.

Publicado
2024-06-18
Como Citar
1.
Nunes de Carvalho A. A ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO CRIMINOLOGISTA. RMS [Internet]. 18º de junho de 2024 [citado 12º de julho de 2024];6(2):279-85. Disponível em: https://revistamultisertao.com.br/index.php/revista/article/view/746