OXIGENOTERAPIA HOSPITALAR – REVISÃO INTEGRATIVA BASEADA NA CONSCIENTIZAÇÃO E RECOMENDAÇÃO PARA UMA PRÁTICA SEGURA

  • Daniel Augusto Gonçalves Conserva Faculdade de Integração do Sertão – FIS
  • Dayana Priscila Mendes Pereira Faculdade de Integração do Sertão – FIS
Palavras-chave: Humanização, Oxigenoterapia, Prescrição, Prevenção, Prontuários

Resumo

Introdução: O oxigênio é o gás medicinal mais utilizado no contexto hospitalar para o tratamento das insuficiências respiratória do tipo 1, com quadro de hipoxemia-hipoxêmica. Define-se então como oxigenoterapia, a administração terapêutica de O2 em concentrações maiores das encontradas no ar ambiente (21%), com o objetivo de aumentar a pressão parcial de oxigênio a nível alveolar, favorecendo uma maior difusão de O2 ampliando a quantidade carreada pelo sangue aos tecidos. Objetivo: Inicialmente discutir sobre os efeitos negativos e lesionais do uso excessivo de oxigênio no ambiente hospitalar. E como objetivos secundários, informar a prescrição segura, explanando os principais sistemas de oferta utilizados na pratica clínica, relatando a aplicabilidade e seu uso. Metodologia: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, baseada na compreensão dos dados atuais sobre a temática. A pesquisa foi realizada no período de agosto de 2022 a junho de 2023, nas plataformas em saúde PubMed, LILACS e SciELO. Utilizando como mecanismo de busca, operadores booleanos, critérios e de inclusão e exclusão. Resultados e Discussão: A amostra final foi composta por 10 artigos que avaliaram a hiperoxemia como a alta concentração de O2 dissolvido no plasma com valores acima de 100mmHG, sendo o sistema de alto fluxo o mais lesivo ao sistema cardiopulmonar. Conclusão: As atuais evidencias sugerem e reforçam a constante monitorização através da oximetria de pulso e quando possível realização da gasometria arterial, a fim de adequar ao paciente o melhor sistema, oferta, fluxo e FiO2.

Publicado
2024-06-18
Como Citar
1.
Gonçalves Conserva DA, Mendes Pereira DP. OXIGENOTERAPIA HOSPITALAR – REVISÃO INTEGRATIVA BASEADA NA CONSCIENTIZAÇÃO E RECOMENDAÇÃO PARA UMA PRÁTICA SEGURA. RMS [Internet]. 18º de junho de 2024 [citado 12º de julho de 2024];6(2):237-4. Disponível em: https://revistamultisertao.com.br/index.php/revista/article/view/742